Tuesday, September 9, 2008

Angola foi a votos

Angola viveu o seu momento histórico pacificamente. Fomos todos a votos e de seguida (conforme o comunicado do governo) recolhemo-nos em casa até ao dia seguinte. Apesar da falta de organização detectada em algumas assembleias de voto, o processo eleitoral decorreu de forma transparente e foi visionado por observadores internacionais.
Angola mostra ao mundo que está empenhada na democracia e que não pretende repetir o terrível conflito vivido em 92.
Sem muita surpresa, a vitória esmagadora foi para o partido no poder. O MPLA conquistou nada mais nada menos do que 81% dos votos contra os 10% dos votos angariados pela UNITA, maior partido da oposição e responsável há dezasseis anos atrás pelo retorno do conflito armado.
Apesar de todos sabermos que os governantes do MPLA não passam de um bando de corruptos, o povo escolheu-os para governar esta Angola em desenvolvimento. O governo terá a chance de terminar obras megalómonas, de desenvolver ainda mais a economia, de atirar-nos areia para os olhos e continuar a sacar o pão da boca dos infelizes.
Votei no MPLA porque era preciso, mas não tenho esperança que eles ajam com honestidade...

4 comments:

jotabloguer said...

Clara: Primeiro tenho de te fazer uma vénia á tua coragem e desassombro!
Salvé ó Democracia! Mas para mim tb. a votação tem uma certa lógica! Ainda é cedo para esquecer o que a Unita mostrou em ambiente de guerra! Certamente haverá más consciêncuas entre o pertido do poder, mas será uma situação mais razoável no momento!
Agora cabe a todos os Angolanos estarem ainda mais atentos e quem sabe daqui a 4 anos poderem mostrar as suas vontades de acordo com o que o governo realizar em proveito do Povo em geral e não só de alguns em particular!
Beijinho
Jorge madureira

LR said...

Parabéns pela clareza, Clara, da leitura. E, já agora, pelo poder de síntese :)
Percebo-te: vive-se melhor desassombradamente...

Clara said...

Jotabloguer e LR,
obrigada pela visita e pelos comentários. Acho que temos de ser honestos com as nossas opiniões, não é verdade?
Abraços aos dois

Jose Martins said...

Vim ao teu blogo e gostei. voltarei mais vezes...
abraço de Bangkok