Monday, May 18, 2009

Em Angola as coisas são assim...

Na subida para o largo da Maianga e preso no trânsito infernal da cidade, ia um "candongueiro" vulgo táxi (Hiaces que transportam 9 pessoas ou mais), quando o condutor do dito táxi começou a esbravejar com um segurança que se fazia transportar numa carrinha com mais uns quantos colegas. O segurança ia armado com uma espécie de metralhadora e não se deixou ficar. A conversa azedou. Cada um insultava o outro até que sem mais nem menos, o filho da puta do segurança, puxa da metralhadora e aponta para o motorista do táxi. Os passageiros ficaram com o coração na boca e acto instintivo, toda a gente se baixou. A fila começou a andar e a conversa morreu. Os passageiros decidiram desataram a refilar com o motorista: "porque não pode ser, ele tem arma, tens de ficar calado, há aqui crianças e queremos sair". O motorista enervou-se com os passageiros e disse que tinha razão em reclamar pois que o segurança tinha sido mal-educado. As portas abriram-se e a maioria dos passageiros abandonou a viatura. Preferiram fazer o resto do caminho a pé.
Eu fiquei lá dentro, sabe lá Deus porquê. Mas foi só até ter percebido que motorista e segurança voltaram à discussão e que a coisa poderia ficar sangrenta. Isto já aconteceu há dois meses e ainda hoje fico pasma e gela-me o sangue quando me recordo.
É por esta e por outras que detesto morar aqui!

1 comment:

Bela said...

Affe! Bom, acho que eu tb detestaria.
Desejo que coisas assim não voltem a acontecer, nem a vc nem a ninguém.
Bjinhos.